Última hora

Última hora

Crise financeira provoca consenso entre UE e Rússia

Em leitura:

Crise financeira provoca consenso entre UE e Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

A actual crise financeira é o ponto de maior consenso entre europeus e russos. Reunidos em Nice, no Sul da França, Nicolas Sarkozy, presidente em exercício da União, Dimitri Medvedev, presidente russo, e Durão Barroso, presidente da Comissão Europeia, estão de acordo sobre as propostas a apresentarem em Washington, este sábado, para uma nova ordem financeira mundial.

A presidência francesa da União acrescenta ainda que os dois blocos têm outros interesses comuns. “Continuo convencido”, diz o presidente francês, Nicolas Sarkozy, “que todos – Federação Russa e Europa – temos todo o interesse em trabalhar sobre a criação de um espaço económico comum, que permita criar interdependências que farão com que qualquer tipo de confronto será definitivamente banido – porque ele poria em causa os interesses comuns.”

Mas a cimeira relâmpago, desta manhã, serviu também para abordar assuntos menos consensuais, como a Geórgia ou o escudo antimíssil. A Europa propôs a criação de um espaço pan-europeu de segurança. Sim, mas, diz o presidente russo: “Estou perfeitamente de acordo que, antes da assinatura de um acordo especial, global, sobre a segurança europeia, devemos abster-nos de todas as medidas unilaterais que influenciariam esta segurança.” E Medvedev acrescentou que a Rússia só tomou medidas unilaterais, em resposta a outras medidas unilaterais tomadas pela vizinha Geórgia.

Em relação a este espaço pan-europeu de segurança, ele deverá ser criado no quadro da OSCE – Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa – em meados do próximo ano.