Última hora

Última hora

Países do G20 concordam em medidas comuns

Em leitura:

Países do G20 concordam em medidas comuns

Tamanho do texto Aa Aa

Transparência, supervisão e coordenação são as palavras de ordem saídas da cimeira.
Os líderes das vinte potências económicas adoptaram um conjunto de princípios e um plano de acção para corrigir as falhas do sistema financeiro internacional e evitar novas crises. George W. Bush, afirmou que as nações, reunidas e Washington, concordaram que é preciso tornar os mercados financeiros mais transparentes e confiáveis. A transparência é muito importante para que os investidores e os reguladores saibam a verdade.

Gordon Brown explicou que foram definidas medidas fiscais que vão estimular o consumo doméstico, estímulos coordenados e concertados, e medidas orçamentais para suportarem a procura nas diferentes economias. O Primeiro-ministro do Reino Unido deixou claro que as medidas a adoptar serão coordenadas e destinam-se a todos os países mas cada um adoptá-las-á de forma individual.

Uma das posições mais polémicas neste encontro foi a do presidente brasileiro que declarou que G8 “já não é relevante”. Lula da Silva acredita que o G20 deve assumir o seu lugar. As novas linhas de orientação são lançadas em Março, nessa altura Barack Obama terá já tomado posse da Presidência dos Estados Unidos. O que acontece a 20 de Janeiro.