Última hora

Última hora

Bush apela aos membros do G20 para evitarem proteccionismo

Em leitura:

Bush apela aos membros do G20 para evitarem proteccionismo

Tamanho do texto Aa Aa

George W. Bush é o anfitrião da cimeira do G20, sobre os mercados financeiros e a economia mundial.
O presidente norte-americano recebeu os chefes de Estado e de Governo dos 20 países industrializados e emergentes na Casa Branca. Para um jantar, com uma ementa indigesta: a luta contra a pior crise financeira desde 1929.
“Esta discussão será a primeira de uma série de encontros. Vamos focar-nos em cinco objectivos: entender a causa desta crise global, analisar a eficácia das nossas respostas até agora, identificar princípios para reformar os nossos sistemas financeiros e de regulação, lançar um plano de acção específico para implementar esses princípios, reafirmar a nossa convicção de que os princípios do mercado livre oferecem o caminho certo para uma prosperidade duradoura. Todas as nações devem rejeitar apelos de proteccionismo, colectivismo e derrotismo diante do nosso desafio actual”, apelou o presidente dos Estados Unidos.
No final do discurso, George W. Bush voltou a fazer a apologia do liberalismo económico, num brinde que não terá agradado a todos os convidados.
Estados Unidos e Canadá pretendem reformas moderadas e põem de parte uma entidade reguladora transfronteiriça.
Já os líderes europeus defendem a necessidade de regras de mercado mais restritas.