Última hora

Última hora

"Rússia sem Putin" foram as palavras de ordem em manifestação da oposição

Em leitura:

"Rússia sem Putin" foram as palavras de ordem em manifestação da oposição

Tamanho do texto Aa Aa

O grito de ordem na manifestação da oposição russa, em Moscovo, foi “A Rússia sem Putin”.
Os apoiantes de Gary Kasparov, o antigo campeão de xadrês e actual líder da coligação de oposição, criticou a decisão do parlamento russo de aprovar a extensão do mandato presidencial para 6 anos. Uma lei que pode colocar de novo Vladimir Putin no lugar de presidente da Rússia.
Kasparov declarou que esta é uma mensagem muito cínica, tanto para o povo do país como para o mundo inteiro e que mostra um regime a tentar manter-se no poder, a todo o custo.
A medida não terá efeitos imediatos no actual mandato de Dimitri Medvedev, mas a imprensa russa avança que o chefe de Estado poderá pedir demissão, para permitir a recandidatura de Valdimir Putin.
A lei foi aprovada por maioria na câmara baixa do parlamento, a Duma. Apenas o partido comunista votou contra.
Daqui a cinco dias, a emenda à constituição volta a ser analisada pela assembleia, onde o partido Rússia Unida do primeiro-ministro Vladimir Putin tem uma confortável maioria.
O Governo russo afirma que os quatro anos do actual mandato não chegam para levar a cabo reformas sérias.