Última hora

Última hora

Economia japonesa entra em recessão

Em leitura:

Economia japonesa entra em recessão

Tamanho do texto Aa Aa

O efeito dominó da recessão chegou ao país do sol nascente. Depois de se conhecer que as principais economias europeias entraram em recessão no terceiro trimestre, o Japão passou a fazer parte do clube dos países com economias que contraíram durante dois trimestres consecutivos.

O PIB japonês teve uma descida de 0,4%, nos meses de Julho a Setembro, em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Nos três meses anteriores, tinha já havido um crescimento negativo, com o PIB a contraír 3,7%. O governo japonês receia um agravamento da recessão. O ministro das Finanças não escondeu que se aproximam tempos difíceis: “A economia continuou numa fase de recessão. Olhando em frente, podemos constatar que se prevê um abrandamento da economia global, e prevê-se que o enfraquecimento económico continue também no Japão”. O país não entrava em recessão há sete anos. A contracção da economia foi pior que a esperada. A situação pode agravar-se com a queda das exportações japonesas. Embora hoje a cotação tenha estado a caír, nos últimos dois meses o iene subiu 9% em relação ao dólar. Os analistas acreditam que a crise vai ser ultrapassada: “A economia está mais fraca no sector externo. As exportações estão a puxar o crescimento económico para baixo, mas diria que uma recessão completa é algo escusado. Isto porque a economia tem todos os meios para incentivar o consumo”, diz Naomi Fink, especialista em temas da economia japonesa. Apesar das más notícias, o indice Nikkei da bolsa de Tóquio encerrou, na manhã de segunda-feira, a valorizar 0,71%, contrariando as quedas nos outros mercados asiáticos.