Última hora

Última hora

Ex-primeiro ministro no banco dos rèus

Em leitura:

Ex-primeiro ministro no banco dos rèus

Tamanho do texto Aa Aa

Dominique de Villepin foi acusado de cumplicidade de denúncia caluniosa no caso Clearstream.

A decisão é dos juízes Jean-Marie d’Huy e Henri Pons. Após quatro anos de investigações os magistrados consideram que o ex-primeiro ministro tinha conhecimento do carácter falso dos extractos bancários enviados à Justiça em Maio e Outubro de 2004 por um de seus assessores.

Na lista constava o nome do entao ministro do Interior Nicolas Sarkoyz.

Estes documentos deveriam servir de base para acusar Sarkozy, e outras personalidades, de possuir contas ocultas na instituição financeira Clearstream, no Luxemburgo.

Nesse mesmo ano Dominique de Villpein manteve uma reunião com Jean-Louis Gergorin, ex-vice-presidente da Airbus e com o general Philippe Rondot, um especialista dos serviços secretos.

Os magistrados suspeitam que o objectivo desta operação seria destabilizar Nicloas Sarkozy forte adversário como pré-candidato à eleição presidencial.

O crime de “cumplicidade em denúncia caluniosa” pode ser punido com até cinco anos de prisão.