Última hora

Última hora

Processo Politkovskaia decorre à porta fechada

Em leitura:

Processo Politkovskaia decorre à porta fechada

Tamanho do texto Aa Aa

Os acusados no processo do assassinato da jornalista russa Anna Politkovskaia declararam-se inocentes na primeira sessão do julgamento, que afinal vai decorrer à porta fechada.

O juíz do tribunal militar de Moscovo voltou atrás com a decisão inicial de realizar audiências públicas. Segundo o magistrado, os membros do júri recusavam a presença da imprensa na sala do tribunal.

Os próximos de Politkovskaia criticam a decisão, defendendo que um julgamento público é a única forma para garantir justiça num caso com motivações políticas. A jornalista foi morta a tiro à entrada de casa em Moscovo em Outubro de 2006, quando preparava um artigo sobre as torturas sistemáticas na Chechénia.

No banco dos réus estão dois irmãos chechenos, um agente dos serviços secretos russos e um elemento da polícia criminal, acusados de envolvimento no assassinato. Mas o autor material do crime, bem como quem ordenou o assassinato, continuam longe das teias da Justiça.