Última hora

Última hora

UE: Pacote energia-clima votado em meados de Dezembro

Em leitura:

UE: Pacote energia-clima votado em meados de Dezembro

Tamanho do texto Aa Aa

O Parlamento Europeu vai votar o pacote energia-clima em meados de Dezembro. Um dos objectivos deste plano de luta contra as alterações climáticas é reduzir em 20% as emissões de gases com efeito de estufa na União Europeia, até 2020.
“O dossiê do CO2 pode ser visto de duas formas: como o desespero ou como o começo de uma esperança formidável, de uma nova competitividade e de uma nova forma de desenvolvimento económico. No fundo, é um pouco dos dois e o nosso problema é assegurar que seja sobretudo o segundo”, afirma o ministro francês do Desenvolvimento Sustentável, Jean-Louis Borloo.
Berlim, Paris, Roma e Londres terão chegado a um acordo quanto ao objectivo de reduzir os gases com efeito de estufa emitidos pelos automóveis. O objectivo de 120 gramas por quilómetro em 2015 mantém-se. As novas directivas serão introduzidas de forma progressiva a partir de 2012.
“O Banco Europeu de Investimento pode pôr em marcha um novo instrumento de financiamento para desenvolver as novas tecnologias limpas, meios de transporte limpos, aos quais as indústrias automóveis devem recorrer, com o objectivo de implementar inovações que lhes permitirá adaptar-se a normas muito mais estritas no que concerne à redução de CO2”, diz o embaixador italiano para a União Europeia, Ferdinando Nelli-Feroci.
O pacote energia-clima pretende também elevar para 20 por cento a quota-parte das energias renováveis e aumentar a eficiência energética em 20% até 2020. Objectivos não consensuais. Os 27 têm três semanas para chegar a acordo.