Última hora

Última hora

Lukoil prestes a conseguir 30% da Repsol

Em leitura:

Lukoil prestes a conseguir 30% da Repsol

Tamanho do texto Aa Aa

O banco espanhol La Caixa aceita vender a participação na petrolífera Repsol à russa Lukoil, mas apenas na condição do grupo de construção civil Sacyr Vallhermoso vender também a fatia que detém, ou seja, 20%

A Lukoil procura a compra de uma fatia de pouco menos de 30% da Repsol. Segundo a imprensa espanhola, o grupo russo está disopsto a pagar dez euros por acção, um valor considerado excessivo. Tendo em conta a cotação actual da Repsol, o preço da fatia é de 5 mil milhões de euros.

A participação directa da Criteria, casa-mãe da Caixa, é de 9,27%, o que a juntar à fatia da Sacyr garante à Lukoil uma participação imediatamente abaixo dos 30% que obrigam ao lançamento de uma OPA. Mais de 70% do capital da Repsol está disperso.

Embora a Sacyr não tenha ainda dado uma resposta oficial, é mais que provável que aceite o negócio, já que está endividada com a actual crise imobiliária e com a recente compra da francesa Eiffage. O comissário europeu para a Economia, Joaquín Almunia, já comentou o negócio: “Se há uma reciprocidade e as condições de investimento são estritamente financeiras, ou se são condições estratégicas aceitáveis, não vejo qualquer entrave ao negócio”.

A confirmar-se, esta é a segunda grande compra da Lukoil na Europa Ocidental, em apenas seis meses, depois de ter adquirido cerca de metade de uma empresa italiana, com sede na Sicília. Este avanço segue-se à desistência de um outro gigante russo, a Gazprom.