Última hora

Última hora

Obama promete mais de dois milhões de empregos em 2009

Em leitura:

Obama promete mais de dois milhões de empregos em 2009

Tamanho do texto Aa Aa

A crise financeira e económica levou Barack Obama a multiplicar promessas antes mesmo de tomar possse em Janeiro.

É talvez um presente virtual do chefe de Estado eleito que deu ordens aos conselheiros para prepararem um plano em que a prioridade é a redução da taxa de desemprego.

Barack Obama explica que está a ser preparado um plano de recuperação do emprego em que devem ser criados 2 milhões e meio de postos de trabalho até 2011.

As declarações do presidente eleito são, para alguns analistas norte-americanos, características de período de guerra. O problema é que esta guerra é económica e tem consequências imprevisíveis.

Há quatro milhões de inscritos nos centros de emprego, o número mais elevado dos últimos 26 anos.

Segundo Obama, a ideia é fazer regressar as pessoas ao trabalho, reconstruir casas e pontes, modernizar escolas que faltam às crianças norte-americanas, construir estruturas eólicas e painéis solares, carros de baixo consumo de combustível, criar energias alternativas que vão reduzir a dependência do petróleo estrangeiro e manter a competitividade da economia nos próximos anos.

Hillary Clinton será a nova Secretária de Estado norte-americana. Todas as televisões o asseguram, falta apenas a confirmação oficial. Já confirmado como Secretário do Tesouro está Timothy Geithner, 47 anos, presidente do Banco da Reserva Federal de Nova Iorque. É homem em que Wall Street deposita toda a esperança.