Última hora

Última hora

Morto alegado cérebro de atentados com líquidos explosivos em aviões

Em leitura:

Morto alegado cérebro de atentados com líquidos explosivos em aviões

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu Rashid Rauf, o alegado cérebro dos planos terroristas, descobertos há dois anos, que visavam perturbar as ligações aéreas transatlânticas.

A informação foi revelada por duas televisões paquistanesas, citando fontes anónimas dos serviços secretos.

Rashid Rauf encontrava-se escondido no Paquistão depois de ter escapado às autoridades há um ano,
quando estava rodeado de seguranças, mesmo em frente a um Tribunal de Islamabad.

Rauf está entre as cinco vítimas do último ataque das forças internacionais contra insurgentes Taliban. Em três meses, os soldados estrangeiros lançaram oficialmente 20 ataques contra os rebeldes.

Os planos de atentados para perturbar as ligações aéreas entre a Grã Bretanha e os Estados Unidos tinham como base líquidos potencialmente explosivos.

Mesmo sem atentado efectivo, depois do alerta mundial e da anulação de inúmeros voos, viajar de avião nunca mais foi igual.