Última hora

Última hora

Mulher de Hu Jia impedida de receber visita de eurodeputada

Em leitura:

Mulher de Hu Jia impedida de receber visita de eurodeputada

Tamanho do texto Aa Aa

A eurodeputada alemã Helga Trüper foi impedida de visitar a mulher do ciberdissidente chinês, Hu Jia. Jia foi preso, há cerca de um ano, acusado de subversão. Em Pequim, a eurodeputada tentou encontrar-se com Zeng Jynyan, a mulher do ciberdissidente, mas foi impedida pela polícia – o que, para a eurodeputada, é a prova de que Zeng Jinyan se encontra, na prática, em prisão domiciliária. “O Parlamento Europeu atribuiu o Prémio Sakharov para a liberdade de pensamento a Hu Jia. Há dois anos, tive a possibilidade de encontrar-me com Zeng Jinyan, aqui, em Pequim. Por isso, hoje, gostaria de visitá-la. Trouxe um presente para o bebé e vou tentar falar com ela”, explicou Helga Trüper.

A eurodeputada não conseguiu oferecer o peluche, mas acabou por falar ao telefone com Zeng Jinyan, que lhe disse que não podia sair de casa, onde vive com as duas filhas, uma das quais bebé. A comitiva foi, depois, afastada da urbanização, pela polícia. Hu Jia utilizava a internet para exprimir as suas ideias de defesa dos doentes de sida, da autonomia do Tibete e outras causas que não agradam ao regime de Pequim. Foi preso após uma vídeo-conferência com o Parlamento Europeu.