Última hora

Última hora

Três mil passageiros bloqueados em Banguecoque

Em leitura:

Três mil passageiros bloqueados em Banguecoque

Tamanho do texto Aa Aa

O Aeroporto Internacional Suvarnabhumi, em Banguecoque, tem desde ontem os seus voos de saída suspensos depois de manifestantes antigovernamentais terem invadido o terminal.

Pelo menos 3.000 passageiros ficaram bloqueados, esta quarta-feira. Os protestos fizeram uma dezena de feridos quatro dos quais foram vitimas de duas explosões.

A capital da Tailândia tem sido desde há uma semana palco confrontos violentos.

Os manifestantes, congregados na Aliança do Povo para a Democracia (PAD), acusam o executivo de Somchai Wongsawat (cunhado do ex-primeiro-ministro Thaksin Shinawatra) de corrupção e de estar ligado ao seu antecessor.

As operações no aeroporto situado a 30 quilómetros a leste de Banguecoque estão parcialmente interrompidas os manifestantes exigem a presença do chefe do governo e recusam-se a negociar com qualquer outra pessoa que não o primeiro-ministro

O primeiro-ministro tailandês, Somchai Wongsawat, recusa demitir-se cerca de 10 mil manifestantes cercaram o seu gabinete temporário, instalado no antigo aeroporto internacional Don Mueang, depois de terem ocupado a sede do executivo em Banguecoque a 26 de Agosto.