Última hora

Última hora

Deputados iraquianos votam calendário de retirada norte-americano

Em leitura:

Deputados iraquianos votam calendário de retirada norte-americano

Tamanho do texto Aa Aa

O parlamento iraquiano vai votar hoje o calendário de retirada das tropas norte-americanas do país.

O projecto prevê que os 150 mil soldados abandonem gradualmente o território até ao final de 2011, pondo fim ao patrulhamento das localidades já no próximo ano.

Com o mandato da ONU a expirar em Dezembro, os militares norte-americanos passarão a ficar submetidos ao comando iraquiano.

Nas ruas, um habitante considera que, “o projecto beneficia os Estados Unidos e é negativo para o iraque, que é o que tem menos peso no acordo”.

Outro iraquiano afirma que, “o projecto favorece a população porque as tropas nacionais não estão ainda bem equipadas”.

Mas o chamado “pacto de segurança”, apoiado pelo governo e pelos principais partidos xiitas e curdos, é criticado pelos representantes da comunidade sunita, que exigem contrapartidas, como o fim da lei que discrimina os antigos membros do partido Baas de Sadam Hussein.

Para os sectores xiitas radicais, está fora de questão negociar com o que chamam de “forças de ocupação”.

Na sexta-feira, os partidários do clérigo radical Moqtada Al-Sadr, manifestaram-se contra o acordo, exigindo uma retirada imediata das tropas norte-americanas.

Independentemente da decisão do parlamento, o presidente eleito norte-americano, Barack Obama já anunciou a intenção de acelerar a saída das tropas do Iraque até meados de 2010.