Última hora

Última hora

PM tailandês decreta estado de emergência nos aeroportos da capital

Em leitura:

PM tailandês decreta estado de emergência nos aeroportos da capital

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia tailandesa está prestes a intervir nos aeroportos de Banguecoque.

O contestado primeiro-ministro Somchai Wongsawat declarou o estado de emergência nos dois locais, que continuam ocupados pelo movimento da oposição.

Numa altura em que voltam a circular rumores de um golpe de Estado militar semelhante ao de 2006, o chefe de Governo ordenou ao exército que permaneça nos quartéis.

Wongsawat também negou que estivesse a planear demitir o comandante do exército tailandês depois de este o ter aconselhado a marcar eleições antecipadas

A Aliança do Povopara a Democracia, que continua a bloquear o tráfego aéreo da capital, não se mostra intimidada com a eventual intervenção das forças policiais. “Aquilo que o Governo está a planear, faz com que mais pessoas se juntem a nós. Tivémos a mesma experiência quando Samak era primeiro-ministro”, disse uma das manifestantes presentes no aeroporto internacional.

No início de Setembro, Samak Sundaravej, antecessor do actual primeiro-ministro, também declarou o estado de emergência na sede do Governo, que continua no entanto a ser ocupada por apoiantes do PAD.

No aeroporto internacional de Suvarnabhumi, centenas de turistas continuam a aguardar o final do impasse político tailandês para poderem seguir viagem.