Última hora

Última hora

Primeiro-ministro tailandês insta exército a ficar nas casernas

Em leitura:

Primeiro-ministro tailandês insta exército a ficar nas casernas

Tamanho do texto Aa Aa

Bastões e escudos no chão. A força tem sido deixada de lado para desalojar os manifestantes da oposição que bloqueiam agora o segundo aeroporto de Banguecoque.

Com a capital isolada por via aérea, a crise agrava-se e o primeiro-ministro Somchai Wongsawat instou as forças armadas a ficarem nas casernas. O espectro de uma repetição do golpe de Estado de 2006 está bem presente mas até aqui os militares têm-se mantido neutrais.

Nos aeroportos, os turistas desesperam.

A crise política já dura há inúmeros meses. Os manifestantes, da Aliança Popular para a Democracia exigem a demissão do primeiro-ministro Somchai Wongsawat, cunhado do ex-chefe de governo Thaksin Shinawatra, deposto em 2006 pelo exército.

Face ao bloqueio da capital, o governo disponibilizou um aeroporto mililtar para as companhias aéreas operarem.