Última hora

Última hora

O rescaldo da batalha de Bombaim

Em leitura:

O rescaldo da batalha de Bombaim

Tamanho do texto Aa Aa

Ao terceiro dia de terror em Bombaim, os intensos combates finalmente terminaram. As forças de elite Indianas abaterem os últimos três terroristas barricados no Hotel Taj Mahal.

Para já o balanço dos ataques é de pelo menos 195 mortos e mais de 300 feridos. Não existem informações sobre as baixas entre as forças da ordem, que conseguiram resgatar 250 pessoas do hotel Oberoi, 300as do Taj Mahal e 60 do centro religioso judaico.

Os terroristas estavam armados até aos dentes com espingardas automáticas Ak-47, milhares de munições, granadas de fabrico chinês. Possuiam frutos secos para aguentarem as mais de 60 horas que duraram os ataques.

Nove dos dez terroristas foram abatidos. Um foi capturado com vida e está a ser submetido a interrogatórios. De acordo as autoridades, os agressores formaram cinco equipas de dois homens para espalhar a morte.

Ainda segundo a mesma fonte, já existem elementos suficientes para provar que os terroristas estavam em constante contacto com cúmplices no Paquistão.

Islamabad negou qualquer envolvimento.

A agência de notícias indiana PTI informou que pelo menos três dos extremistas pertenciam ao Lashkar-e-Taiba, um grupo armado que já antes realizou acções terroristas contra a Índia.