Última hora

Última hora

Tailândia: Activistas anti-governo desafiam polícia

Em leitura:

Tailândia: Activistas anti-governo desafiam polícia

Tamanho do texto Aa Aa

Os activistas anti-governo, na Tailândia, desafiam a polícia.

Este sábado, os manifestantes obrigaram as forças da ordem a recuar, impedindo-as de estabelecer barreiras de segurança em torno do aeroporto.

Há quatro dias que o local está cercado pelos apoiantes da Aliança do Povo para a Democracia. O grupo de opositores ao regime exige a demissão do primeiro-ministro, eleito democraticamente há um ano.

Os dois principais aeroportos de Banguecoque estão paralisados há quatro dias.

Cem mil passageiros estão retidos na capital tailandesa.

A União Europeia e os Estados Unidos pediram aos manifestantes para evacuarem o aeroporto de forma pacífica.

Na quinta-feira, o chefe de governo declarou o estado de emergência e advertiu os activistas contra os elevados prejuízos económicos causados pelo protesto num país depedente do turismo.

O actual impasse aumenta os receios de um novo golpe militar.

Um cenário negado pelas altas patentes militares mas que não pode ser descartado num país que viveu 18 glopes de Estado em 76 anos.