Última hora

Última hora

Sondagens prevêem elevada abstenção nas legislativas romenas

Em leitura:

Sondagens prevêem elevada abstenção nas legislativas romenas

Tamanho do texto Aa Aa

Dezoito milhões de romenos votam hoje para as legislativas, num escrutínio marcado pela crise económica a que se junta a desilusão da população com a classe política.

As sondagens prevêem uma elevada abstenção nas primeiras eleições desde a adesão da Roménia à União Europeia em 2007.

Os eleitores tomam parte num duelo entre a esquerda social-democrata e ex-comunista e a direita liberal-democrata, ambas na oposição mas em nítido conflito.

O líder do PSD, Mircea Geoana, lidera as intenções de voto, com 35%. Mas o antigo chefe da diplomacia romena conta com a firme oposição do presidente Traian Basescu, que não lhe perdoa uma tentativa de destituição na Primavera de 2007.

Em segundo lugar nas preferências dos eleitores surge o Partido Democrata Liberal, com 31,5%.

A formação do presidente é conduzida pelo antigo primeiro-ministro Teodor Stolojan.

O Partido Nacional Liberal, do chefe do Governo cessante Calin Tariceanu, é o árbitro do escrutínio. Com 20% das intenções de voto, pesará na quase certa futura coligação.

Seja quem for o vencedor poderá ser preciso esperar algum tempo para conhecer a composição do executivo. Nas últimas legislativas em 2004 foi preciso mais de um mês para que os partidos chegassem a acordo sobre uma aliança para governar.