Última hora

Última hora

Manifestantes desobedecem a ordens da polícia para terminar bloqueio do aeroporto

Em leitura:

Manifestantes desobedecem a ordens da polícia para terminar bloqueio do aeroporto

Tamanho do texto Aa Aa

Os manifestantes ignoram as ordens da polícia para terminar o bloqueio ao principal aeroporto de Banguecoque.

A mensagem foi clara, os adversários do primeiro-ministro tailandês Somchai Wongsawat devem deixar o aeroporto internacional de Suvarnabhumi, caso contrário arriscam-se a ser detidos.

Até agora, os manfestantes não deram sinais de retroceder.

Segundo o director do aeroporto , parte do sistema informático estará danificado na sequência de uma de duas explosões que ocorreram ontem em locais ocupados pelos manifestantes pró-governo. Cinquenta e uma pessoas ficaram feridas.

Os bloqueios na Tailândia já duram há uma semana. Trata-se de um braço-de-ferro entre simpatizantes da monarquia e apoiantes do chefe de governo, que a oposição acusa ser um instrumento do primeiro-ministro deposto Thaksin Shinawatra.

O Tribunal Constitucional pronuncia-se amanhã sobre a possível destituição do actual chefe do executivo e de duas formações políticas que compõem a coligação de oito partidos no governo.

Há 100 mil turistas que querem sair da tailândia e não podem. A evacuação está a ser feita a conta gotas através de uma base militar no sudeste do país. A Air France/KLM garantiu dois voos, hoje e amanhã, a partir de Puket, no sul, com destino a Paris e Amesterdão.