Última hora

Última hora

Zapatero condena atentado contra empresário Basco

Em leitura:

Zapatero condena atentado contra empresário Basco

Tamanho do texto Aa Aa

Um empresário foi morto a tiro, esta quarta-feira na localidade de Azpeitia, no País Basco espanhol. O dono de uma empresa responsável pela construção da linha de alta velocidade basca foi atingido no peito e na cabeça. A polícia está a investigar o ataque que ainda não foi reivindicado e visou um dos vários empresários bascos ameaçados pela organização separatista ETA.

O primeiro-ministro José Luis Rodriguez Zapatero condenou o ataque. “Quero manifestar a absoluta determinação do Governo em perseguir sem descanso os autores deste crime. Os assassinos de Ignacio Uria conhecem a sorte dos seus predecessores em actividades criminais…o que os espera é passar o resto das suas vidas na prisão”, declarou. A confirmar-se a autoria da ETA, este será o quarto homicídio levado a cabo pela organização desde o início do ano, ocorrendo duas semanas após a detenção de um dos principais dirigentes do grupo, em França. As obras do TGV tinham sido já alvo de actos de sabotagem em Março do ano passado. Num comunicado difundido em Agosto, a ETA apontava o projecto como um alvo prioritário. Face à interdição do braço político da ETA e às operações policiais contra os comandos separatistas, a organização parece retomar a estratégia dos homicídios à queima-roupa, que marcaram as primeiras acções do grupo há mais de três décadas.