Última hora

Última hora

Rice defende "urgência e transparência" sobre os ataques de Bombaim

Em leitura:

Rice defende "urgência e transparência" sobre os ataques de Bombaim

Tamanho do texto Aa Aa

Após os atentados de Bombaim, os Estados Unidos temem que Índia e Paquistão, duas potências nucleares, entrem em colisão. A tensão entre os dois países não dá sinais de apaziguamento. Numa tentativa de evitar um eventual conflito Wahington, enviou a secretária de Estado, Condoleezza Rice, ontem a Nova Deli e hoje a Islamabade para pedir calma e cooperaçao entre as duas potências.

Rice pediu aos dois países que investiguem os ataques em Bombabim com “urgência” e “transparência”.

Uma missão destinada ao fracasso. As autoridades indianas insistem em acusar o Paquistão de “apoiar os terroristas”. Ontem estudantes islâmicos em Islamabad manifestaram-se contra a Índia tendo queimado bandeiras americana e israelita. As autoridades paquistanesas asseguram que os responsáveis pelos ataques serão detidos e levados à Justiça.

A Índia acusa o grupo Lashkar-e-Toiba (LeT), que luta pela anexação de Caxemira ao Paquistão, onde tem a sua base, de ser responsável pelos atentados de 25 de Novembro que causaram 190 mortos em Bombaim.