Última hora

Última hora

O percurso de Alexis II

Em leitura:

O percurso de Alexis II

Tamanho do texto Aa Aa

Conhecido por Alexis II, Alexei Ridiguer, nasceu em Fevereiro de 1929 em Tartu, na Estónia, no seio de uma família nobre de origem alemã. Cedo decide seguir os passos do pai, também, ele um sacerdote casado como permite a religião ortodoxa. A família sobrevive à ocupação alemã e apenas um milagre permite que escapem com vida. Em 1961, um ano após o casamento, Alexis II divorcia-se para se tornar monge, na altura das campanhas anti-religiosas de Nikita Kroutchev.

O religioso quase sempre próximo do poder político tem uma ascensão fulgurante. A 7 de Junho de 1990 acede ao posto supremo, pouco antes da queda da antiga URSS. Elege como missão restaurar a influência da Igreja Ortodoxa na Rússia e restituir as propriedades confiscadas pelos bolcheviques. Próximo de Boris Eltsine, empenha-se na reconstrução da catedral do Cristo Salvador. Erigida no século XIX para assinalar a derrota de Napoleão na Rússia, em 1812. Uma igreja destruída por Estaline em 1931.

Em 2000 as cúpulas da catedral voltam a brilhar. Símbolo da ressurreição da Igreja Ortodoxa após 70 anos de comunismo que marca o renascimento da nação. Alexis II contribui para reunificar a sua igreja com a ortodoxia russa no estrangeiro em 2007, pondo fim a 80 anos de um cisma que datava desde 1917. Uma parte do clero segue o caminho do exílio, outra aceita ficar. Mas as relações com a igreja católica continuaram tensas. Recusa-se a receber o Papa João Paulo II, na Rússia, alegando, que o Vaticano estaria a tentar promover a fé católica no país.

A tensão atingiu o ponto máximo com a visita de João Paulo II à comunidade católica de rito oriental da Ucrânia em 2001. Uma comunidade banida por Estaline que recuperou dos ortodoxos cerca de 2.500 paróquias no início dos anos 90. Os sinais de uma aproximação ao Vaticano apenas, chegam com a eleição de Joseph Ratzinger para Papa, em 2005. Dois anos mais tarde, Alexis II desloca-se à catedral de Notre Dame, em Paris.