Última hora

Última hora

Desemprego dos EUA tem maior subida desde 1974

Em leitura:

Desemprego dos EUA tem maior subida desde 1974

Tamanho do texto Aa Aa

O número de desempregados nos Estados Unidos teve, em Novembro, a maior subida dos últimos 34 anos. No mês passado, 533.000 pessoas ficaram sem emprego. Um número pior que todas as previsões, que prova que a crise está a afectar o emprego.

No país, a população activa sem trabalho representa qualquer coisa como toda a população de Portugal. A taxa de desemprego subiu dois décimos percentuais em relação a Outubro e é agora de 6,7%. O número total de desempregados é agora de 10,3 milhões. Os Estados Unidos estão a debater-se com a pior recessão desde a crise dos anos 30. A quebra no mercado de emprego deve continuar ao longo de 2009, isto apesar do plano apresentado pelo presidente eleito Barack Obama, que prevê a criação de 2,5 milhões de postos de trabalho. O sector mais penalizado por este novo aumento no desemprego foi o dos serviços, que perdeu 370.000 trabalhadores. Já a indústria perdeu menos que o previsto. Os números foram mesmo melhores que os de Outubro. Este estado da economia pode fazer com que a Reserva Federal baixe as taxas de juro para um nível nunca antes visto. Actualmente, o preço do dinheiro é de 1%. A decisão de cortar os juros para os 0,5% ou 0,75% pode vir a ser tomada ainda este ano, na próxima reunião do organismo presidido por Ben Bernanke.