Última hora

Última hora

UE satisfeita com a reacção da Irlanda ao porco contaminado

Em leitura:

UE satisfeita com a reacção da Irlanda ao porco contaminado

Tamanho do texto Aa Aa

A União Europeia considerou “rápida e apropriada” a resposta da Irlanda à descoberta de produtos à base de carne de porco contaminados com dioxinas.

O executivo irlandês ordenou ontem que fossem retirados do mercado todos os derivados de porco produzidos e distribuídos desde o mês de Setembro.

A Autoridade de Segurança Alimentar da Irlanda sublinhou que se trata de uma medida de precaução e que os riscos para a população são mínimos.

Testes realizados em ração e amostras de gordura de porco revelaram níveis de dioxinas entre 80 e 200 vezes superiores aos considerados seguros para o consumo.

A agência sanitária irlandesa frisou ainda que as pessoas que consumiram porco desde o início de Setembro não precisam de ir ao médico, já que as dioxinas só chegam a ser perigosas após uma exposição prolongada.

Milhares de porcos das nove quintas onde foram detectadas as amostras contaminadas deverão ser sacrificados nos próximos dias.