Última hora

Última hora

Ganeses testam democracia

Em leitura:

Ganeses testam democracia

Tamanho do texto Aa Aa

Mais de doze milhões de eleitores começaram a votar este domingo para eleger o novo presidente do Gana.

Um teste à democracia do país que foi a primeira nação africana a tornar-se independente dos colonizadores, há mais de meio século.

Vinte e duas mil asssembleias de voto foram instaladas ao longo do território, algumas delas em locais de difícil acesso.

Economia, segurança e corrupção são os principais problemas deste país da África ocidental, que até 2010 vai começar a explorar reservas de petróleo encontradas ao largo da costa ganesa.

Segundo os analistas, das oito formações que estão na corrida à presidência e à Assembleia Nacional, apenas duas têm hipóteses de vitória.

O Novo Partido Patriótico, no poder, que não pode voltar a apresentar John Kufor, presidente do país nas últimas duas legislaturas, tem como novo candidato o advogado Nana-Akufo Ado.

Por outro lado o Congresso Nacional Democrático é dirigido por John Atta mills, um especialista em direito fiscal.

Os resultados deverão ser conhecidos dentro de três dias.