Última hora

Última hora

Violência voltou às ruas da Grécia.

Em leitura:

Violência voltou às ruas da Grécia.

Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de manifestantes lançaram uma vez mais pedras e engenhos artesanais contra o corpo de intervenção no centro de Atenas este domingo.

Grupos de jovens marcharam a caminho do quartel general das forças de segurança para protestar contra a morte de um jovem de 16 anos morto a tiro ontem pela polícia.

Os confrontos resultaram em estragos significativos em viaturas, lojas e alguns edifícios da capital que ficaram em chamas. A polícia dispersou os protestos com gás lacriomogénio.

A jornada de protesto de hoje tinha começado de forma ordeira e pacífica, com cerca de 10 mil pessoas a acorrer ao centro para contestar a morte do adolescente, mas depressa voltaram os confrontos.

Apesar da imprensa grega ter anunciado a detenção alegado autor dos disparos e do primeiro-ministro grego ter pedido desculpas na televisão pública ao pai da vítima, as manifestações voltaram a ocorrer nas principais cidades gregas.

Em Tessalonica um protesto de mais de 1.000 pessoas degenerou em violência alimentada pelos testemunhos recentes que asseguram que a polícia disparou intencionalmente contra o grupo de jovens na origem dos distúrbios.

A tensão nas ruas das cidades gregas deverá prolonngar-se durante os próximos dias depois de várias organizaçãos defensoras dos direitos humanos terem convocado mais manifestações para amanhã.