Última hora

Última hora

Bruxelas adopta plano para desenvolver transplante de órgãos

Em leitura:

Bruxelas adopta plano para desenvolver transplante de órgãos

Tamanho do texto Aa Aa

A operação era cada vez mais urgente razão pela qual Bruxelas adoptou esta segunda-feira um plano para fomentar o transplante de órgãos na União Europeia.

Numa das propostas do documento, o executivo europeu recomenda a nomeação de um coordenador de transplantes em todos os hospitais comunitários.

Em conferência de imprensa, a comissária europeia da Saúde, Androulla Vassiliou, explicou que “há mais de 56000 pacientes à espera de um órgão compatível na União Europeia. Só em 2006, mais de 5500 doentes morreram enquanto se encontravam em lista de espera. Estima-se que 10 pessoas morrem por dia enquanto esperam por um órgão compatível.”

A comissária elogiou o sistema espanhol, inovador em vários pontos, sendo um deles o da existência do coordenador de transplantes e que permitiu o aumento das doações de órgãos em 130% em 10 anos, de acordo com dados da Comissão Europeia.

Vassiliou qualificou ainda de inaceitáveis as diferenças existentes entre os Vinte e Sete. Em Espanha, em 2007, houve em média 35 doadores para cada milhão de habitantes. Na Roménia, esta média cai para 0,5. Ou seja um doador para cada dois milhões de habitantes.