Última hora

Última hora

Islamabad aperta cerco colaboradores do Lashkar-e-Taïba

Em leitura:

Islamabad aperta cerco colaboradores do Lashkar-e-Taïba

Tamanho do texto Aa Aa

Vários membros de uma organização caritativa próxima dos islamistas do movimento Lashkar-e-Taïba foram detidos.

Nesta operação, decorrida nos arredores de Muzaffarabad, capital da parte de Caxemira administrada pelo Paquistão, terá sido apanhado o suspeito número um dos nos ataques de Bombaim. A Índia afirma que os dez membros do comando que durante três dias enfrentou o exército e a polícia em Bombaim são provenientes do Paquistão e pertencem a esse movimento

Os dois paises, ambos potências nucleares vizinhas, já se enfrentaram em três guerras desde 1947, duas das quais devido a Caxemira.

O Lashkar foi proibido em 2002 mas a fundação Jamaat-ud-Dawa, que trabalha no terreno para ajudar os desfavorecidos em Caxemira, è desde o sismo de 2005, considerada como o seu braço político, sendo dirigida pelo fundador do Lashkar, Hafiz Saeed. As pessoas detidas ontem são funcionários locais da asscicação caritativa, mas não altos responsáveis.