Última hora

Última hora

Um populista à frente da Defesa na Suíça

Em leitura:

Um populista à frente da Defesa na Suíça

Tamanho do texto Aa Aa

Os populistas regressam ao poder na Suíça, um ano após a exclusão do governo do polémico líder Christophe Blocher. O Parlamento helvético aprovou com uma maioria de apenas um voto, e à terceira volta, a nomeação para a pasta da Defesa do antigo presidente da União Democrática de Centro (UDC) Ueli Maurer.

O responsável integra o executivo de sete ministros graças à chamada “fórmula mágica suíça”, que consiste em fazer representar os principais partidos no executivo. Tanto os conservadores como a esquerda tinham votado noutro candidato para evitar a nomeação de Maurer. A líder dos socialistas, Ursula Wyss, mostra-se resignada, “A vantagem de apenas um voto para Maurer mostra que conseguiu distanciar-se dos valores do seu partido e que sabe colocar os interesses do país acima dos interesses partidários”. O discípulo de Blocher é apontado como um homem da linha dura do partido xenófobo e eurocéptico que há 12 anos domina o panorama político suiço e que obteve 29% dos votos nas últimas legislativas.