Última hora

Última hora

Populistas suíços ocupam pasta da Defesa

Em leitura:

Populistas suíços ocupam pasta da Defesa

Tamanho do texto Aa Aa

A direita populista está de regresso ao novo governo suíço. O ex-presidente da União Democrática do Centro, Ueli Maurer, foi eleito esta manhã pelo Parlamento para o cargo de ministro da Defesa, em substituição do responsável da pasta que se demitiu no mês passado. Foi só à terceira volta do escrutínio que Maurer conseguiu vencer por apenas um voto de diferença.

A UDC, um partido nacionalista assumidamente xenófobo, regressa assim ao governo depois da demissão de uma ministra em 2007, que substituía o líder histórico da formação Christoph Blocher. Especialista em comunicação política e casado com uma cidadã do Gana, Maurer aposta na renovação da imagem do partido. No seu primeiro discurso prometeu esforçar-se para propor soluções no interesse de todos os cidadãos suiços. “Tenho consciência do contexto de tensão, mas peço-vos o vosso apoio, independentemente do vosso campo político”.

Desde os anos 90 que a UDC ganha protagonismo no espectro político suíço. O partido nacionalista defende o reforço dos controlos sobre imigrantes e recusa uma maior proximidade com a União Europeia. A pasta da Defesa é vista como um cargo de segundo plano dentro do executivo suiço, formado por 7 ministros e com uma presidência rotativa anual.