Última hora

Última hora

Islamistas detidos por suspeita de ligação à Al-Qaeda

Em leitura:

Islamistas detidos por suspeita de ligação à Al-Qaeda

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia Judiciária belga deteve 14 muçulmanos de origem belga suspeitos de pertencerem à Al-Qaeda e de estarem a programar um atentado suicida. Entre os detidos encontra-se uma mulher cujo ex-marido fazia parte dos assassinos do general Massaud alvo de um atentado suicida em 2001 no Afeganistão. Malika El Aroud parece deter um papel importante no grupo em causa, o seu actual marido será um dos líderes da rede agora desmantelada. A detenção aconteceu no dia em que teve início a cimeira da União Europeia em Bruxelas mas não se sabe se seria este o alvo do suposto atentado.

O primeiro-ministro belga, Ives Leterme diz que se tornou bem claro que estas acções demonstram que a ameaça terrorista é levada muito a sério e que os serviços de segurança fazem o seu trabalho para garantir ao máximo a segurança dos nossos cidadãos.” As detenções aconteceram hoje de manhã em Bruxelas, onde foram detidos 13 suspeitos, e em Liége, onde foi detido outro elemento suspeito de pertencer à Al-Qaeda. Na operação que decorreu em Bruxelas e em Liège participaram 242 agentes que apreenderam computadores, equipamento de armazenamento de dados e uma arma. Esta foi considerada a maior operação anti-terrorista levada a cabo na Bélgica.