Última hora

Última hora

Morre opositor à reunificação de Chipre

Em leitura:

Morre opositor à reunificação de Chipre

Tamanho do texto Aa Aa

Morreu o principal opositor ao plano de reunificação da Ilha de Chipre da ONU. O antigo presidente cipriota Tassos Papadopoulos não resistiu a um cancro no pulmão. Foi internado a vinte e dois de Novembro, momento em que a sua condição física rapidamente se deteriorou.

Considerado extremista por certas pessoas, Papadopoulos foi eleito presidente em 2003 com o apoio do centro esquerda. Um ano depois fez um apelo emocional aos cidadãos para rejeitarem o acordo de reunificação. Mais tarde, os cipriotas-gregos rejeitaram de forma clara, em referendo, o plano da ONU. O ex-chefe de Estado considerava que o plano das Nações Unidas privilegiava os cipriotas turcos. Em Fevereiro deste ano não conseguiu ser reeleito. A Ilha de Chipre foi dividida após a invasão turca em 1974 que surgiu na sequência de um golpe de Estado apoiado pela Grécia. Papadopoulos tinha 74 anos.