Última hora

Última hora

Operação anti-máfia: 100 detidos em Itália

Em leitura:

Operação anti-máfia: 100 detidos em Itália

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana deteve quase 100 pessoas alegadamente relacionadas com a Máfia. Mil e duzentos agentes, apoiados por helicópteros, desencadearam as operações em duas zonas do país, no centro, na Toscânia, mas os suspeitos mais importantes foram detidos em Palermo, na Sicília. É o caso de Salvatore Drago Ferrante, um elemento considerado importante do clã Brancaccio, e também de Marcello Lupo, que a polícia acredita ser a peça chave do transporte de droga da América Latina para a Itália. Segundo as autoridades, estava a ser orquestrado um esquema para substituir o líder da Cosa Nostra, Bernardo Provenzano, detido há dois anos. De acordo com os investigadores, a droga era comprada na Argentina com dinheiro da Máfia, levada para a Europa por pessoas que actuavam como correio que, para despistar as autoridades, faziam escala em várias cidades europeias. Entravam numa penúltima fase em Milão e faziam o resto do percurso até ao sul do país de comboio.