Última hora

Última hora

4000 em Estrasburgo contra revisão do tempo de trabalho

Em leitura:

4000 em Estrasburgo contra revisão do tempo de trabalho

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de quatro mil trabalhadores vindos de toda a Europa e mesmo da Suíça manifestaram-se esta terça-feira nas ruas de Estrasburgo. Pedem ao Parlamento Europeu que não aprove a revisão da directiva sobre o tempo de trabalho.

O texto prevê, entre outras alterações, que os períodos de inactividade dos médicos durante os “bancos” não sejam contados como tempo de trabalho. Um outro ponto da revisão da directiva permite aumentar a duração do trabalho para as 65 horas semanais. Dois pontos que não agradam aos deputados que, segunda-feira, debateram o projecto. Esta quarta-feira, o texto será votado em sessão plenária, em segunda leitura.