Última hora

Última hora

Contra a reforma da educação, marchar, marchar

Em leitura:

Contra a reforma da educação, marchar, marchar

Tamanho do texto Aa Aa

Os estudantes desceram às ruas esta quinta-feira em França para exigir a retirada do projecto de reforma do ensino secundário.

As autoridades falam de 127 mil manifestantes, os organizadores em cerca de 160 mil estudantes. Antevendo a forte mobilização o governo anunciou o adiamento por um ano da aplicação da reforma, mas os estudantes querem simplesmente que o projecto seja retirado. Os alunos ganharam a primeira batalha: Xavier Darcos, o ministro da Educação foi ao parlamento dizer que o projecto vai ser relançado do zero, propondo uns estados gerais da educação onde os estudantes serão naturalmente ouvidos. Nalguns locais, como em Lyon os protestos descambaram em confrontos de que resultaram estragos materiais e alguns feridos ligeiros. A contestação entra agora de férias de Natal. Os estudantes prometem voltar à luta em 2009. Novas manifestações estão já agendadas para meados de Janeiro.