Última hora

Última hora

Bélgica: Leterme aguarda relatório de tribunal sobre caso Fortis

Em leitura:

Bélgica: Leterme aguarda relatório de tribunal sobre caso Fortis

Tamanho do texto Aa Aa

Yves Leterme está de novo na corda bamba. Esta tarde um tribunal de cassação belga deverá divulgar um relatório completo sobre o papel do governo e do primeiro-ministro no caso Fortis.

O documento poderá ser decisivo numa eventual decisão de demissão por parte de Leterme, que já recebeu o apoio de todos os partidos políticos que compõem a coligação governamental, numa reunião de crise que se prolongou pela noite dentro. O chefe do executivo foi acusado pela mais alta instância jurídica belga de tentar influenciar a justiça no contexto dos esforços governamentais para salvar o Fortis, líder da banca na Bélgica. Em Novembro, Yves Leterme e o ministro das Finanças, Didier Reynders, nacionalizaram as actividades do Fortis, o que causou a ira dos accionistas devido às perdas geradas pela queda das acções no seguimento da operação. Os accionistas decidiram então apresentar queixa por não terem sido previamente consultados. O Tribunal do Comércio belga validou a operação no Fortis, mas o Tribunal da Relação deu razão aos accionistas. O governo anunciou que iria interpor recurso. Yves Leterme negou qualquer ingerência do executivo sobre o poder judiciário e apenas admitiu ter feito “contactos”. A nova situação bloqueou a venda do gigante francês BNP Paribas, detido em 75 por cento pelo Fortis.