Última hora

Última hora

O inverno de Enya

Em leitura:

O inverno de Enya

Tamanho do texto Aa Aa

Um título com raro sentido de oportunidade – “And the Winter Came” – ´e um novo disco da cantora irlandesa Enya. É o sétimo registo discográfico da artista conoctada com a New Age. Porque gosta do Natal e do Inverno: “And the Winter Came” foi concebido para ser um original album de Natal, por eu adoro o Natal e pensei, isto tem de ser um original, um invulgar album de Natal. Mas gosto de uma série de coisas. Quando entrei em estúdio e comecei a trabalhar, há muitos meses, comecei a envolver-me nos temas, fiz algumas escolhas, mudei coisas que já estavam começadas, escrevi novas canções que tinham mais a ver com o tema do Inverno”.

O disco recupera de volta algumas canções que Enya já tinha gravado, com datas que remontam a 1988. Midnight Blue é um dos exemplos. Poucas frases musicais, muita repetição, mas uma melodia forte e envolvente. Também cá está o “Wild Child” que teve a sua versão de estreia em 2001. “A canção de Natal que incluí, “Silent Night” é cantada em dialeto, “Oiche Chiuin”. Eu gravei-a, realmente, há 20 anos e continua a ser a minha favorita. Fizemos um arranjo totalmente diferente”. As gravações terminaram a 7 de Novembro e 11 dias depois, o disco já estava a ser distribuído no Reino Unido, com uma edição de 850 mil cópias.