Última hora

Última hora

Repressão policial contra trabalhadores em cólera

Em leitura:

Repressão policial contra trabalhadores em cólera

Tamanho do texto Aa Aa

A crise mundial começa a fazer-se sentir na China apesar dos índices de crescimento económico que o país apresenta. Dezenas de fábricas na região de Dongguan foram encerradas por falta de encomendas, tradicionalmente efectuados por países ocidentais agora em plena tormenta financeira. Centenas de manifestantes protestaram contra a supressão dos postos de trabalho e a polícia interveio para reprimir o protesto.“Não temos comida. Não podemos alimentar-nos há varios dias.” queixa-se um homem.

A taxa média de crescimento anual no país tem sido de 9,8%, três vezes mais do que a média mundial, mas este sucesso não esconde a dimensão das disparidades sociais, nomeadamente entre zonas urbanas e rurais além do aparecimento do fenómeno dos trabalhadores migrantes, mão-de-obra oriunda das áreas economicamente mais atrasadas e à custa da qual se têm construído os novos edifícios particulares e muitas das grandes obras públicas.