Última hora

Última hora

Rei belga apela à rápida formação de um novo governo

Em leitura:

Rei belga apela à rápida formação de um novo governo

Tamanho do texto Aa Aa

Nem na véspera de Natal, o antigo primeiro-ministro belga Wilfried Martens interrompeu as consultas aos líderes partidários, com vista à formação de um novo governo. O rei da Bélgica confiou a Martens uma missão para tentar encontrar uma solução para a crise resultante da demissão do Executivo.

O monarca Alberto II dirigiu-se hoje ao país na tradicional mensagem de Natal: “Espero sinceramente que o sentido de responsabilidade de cada um conduza rapidamente à formação de um novo Governo, de forma a continuarmos a enfrentar eficazmente os défices económicos, sociais e financeiros urgentes do nosso país e a avançarmos com a necessária reforma do Estado”. Uma mensagem de Natal, sem a solução para a crise política que os belgas aguardam. No discurso, o rei reconheceu que as tensões políticas entre a maioria flamenga e a minoria francófona foram fortes, mas sublinhou que o diálogo sobre a reforma do Estado já começou… Diálogo que parece contudo em ponto morto.