Última hora

Última hora

Dois violinistas atacados em Moscovo

Em leitura:

Dois violinistas atacados em Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia russa está a investigar dois ataques violentos contra violinistas da célebre orquestra Virtuosi de Moscovo.

Denis Shulgin foi hospitalizado com uma fractura no crânio, depois de ser atacado por um grupo de desconhecidos que lhe roubaram um violino de grande valor. Na noite de Domingo, o violinista Georgy Tsai, de origem coreana, foi esfaqueado e sofreu vários cortes nas mãos. O director da orquestra defende que este ataque “teve certamente motivações raciais”, mas acrescenta que “o segundo ataque foi puro banditismo. Roubaram-lhe tudo” o que levava. As autoridades estão a tentar apurar se os dois ataques estão ligados, mas descartam para já a teoria racial avançada pela imprensa. Uma porta-voz da polícia explica que são equacionadas “três hipóteses: o roubo de um instrumento de grande valor, um conflito interno na orquestra ou uma rivalidade entre distintos colectivos musicais da cidade”. A polícia estará no entanto a investigar também a possibilidade de um ataque racista no caso de Tsai. Nos últimos anos, têm aumentado os episódios de violência contra pessoas de origem asiática ou africana em Moscovo.