Última hora

Última hora

Chefe da diplomacia israelita promete "responder à situação na Faixa de Gaza"

Em leitura:

Chefe da diplomacia israelita promete "responder à situação na Faixa de Gaza"

Tamanho do texto Aa Aa

A chefe da diplomacia israelita encontrou-se hoje com o presidente egípcio para debater a escalada de violência na Faixa de Gaza.

O Cairo mediou a trégua de seis meses entre o Hamas e o estado hebraico, que expirou na semana passada, e procura renovar o cessar-fogo. Mas a tensão entre as duas partes é elevado como demonstram as palavras de Tzipi Livni: “A questão é que o Hamas violou as tréguas. O Hamas decidiu atacar Israel e os cidadãos israelitas. Nós vamos fazer o que um Estado tem que fazer para defender os cidadãos, ou seja, responder a esta situação”. O chefe da diplomacia egípcia apelou ao fim dos ataques: “O Egipto vai contactar as duas partes, os militares israelitas e os palestinianos do Hamas para que ambos limitem as acções violentas nos próximos dias” A dois meses das eleições, são vários as vozes no governo israelita que pedem uma posição mais dura face ao Hamas. O ministro da defesa Ehud Barak afirmou que quem ataca Israel deverá pagar por isso. Por seu turno, o Hamas reclama o fim do bloqueio na Faixa de Gaza e afirma que os recentes ataques contra Israel visaram vingar a morte de quatro militantes abatidos pelos militares hebraicos.