Última hora

Última hora

Militante palestiniano condenado a 30 anos de prisão

Em leitura:

Militante palestiniano condenado a 30 anos de prisão

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe da Frente Popular para a Libertação da Palestina (FPLP) foi condenado esta quinta-feira a trinta anos de prisão pelo tribunal militar israelita de Ofer, nos arredores de Ramallah.

Ahmed Saadat, antigo deputado no parlamento palestiniano, foi detido em 2006 acusado de estar envolvido no assassinato do ministro israelita do Turismo, Rehavam Zeevi, em 2001. O líder da FPLP, uma organização apontada plo estado hebraico como “terrorista” e “ilegal”, está entre os 19 homens acusados de realizar actos contra a segurança de Israel.