Última hora

Última hora

Caso do leite em pó chinês começa a ser julgado

Em leitura:

Caso do leite em pó chinês começa a ser julgado

Tamanho do texto Aa Aa

Arrancou hoje o julgamento dos responsáveis pelo escândalo do leite em pó chinês. Um fabricante de melanina e um intermediário começaram a ser julgados esta sexta-feira na capital da província chinesa de Hebei. Zhang Yujun e Zhang Yanzhang são acusados de terem preparado e vendido, ilegalmente, uma suposta proteína em pó à base de melanina e maltodextrina.

A polícia descobriu o espaço de produção dos dois acusados nos arredores de Jinan, terão sido produzidas seiscentas toneladas deste pó entre Setembro de dois mil e sete e Outubro de dois mil e oito. Um terceiro culpado foi também preso. Ele é o responsável confesso pela adição da substância que viria a matar seis bebés e que fez adoecer quase duzentas mil crianças. A principal empresa chinesa, no centro do escândalo do leite contaminado, faliu entretanto. A falência foi decretada por um tribunal chinês devido uma acção interposta por um credor. A Sanlu deve, a cerca de mil funcionários e outras entidades, um valor próximo dos duzentos milhões de Euros.