Última hora

Última hora

Junta Militar admite convidar ministros do antigo governo

Em leitura:

Junta Militar admite convidar ministros do antigo governo

Tamanho do texto Aa Aa

Os novos líderes da Guiné-Conacry convidam a comunidade internacional a apoiarem o país. A Junta Militar que tomou o poder através de um golpe de estado levado a cabo imediatamente após a morte do Presidnete Lansana Conte, obteve rendição do Governo e do primeiro-ministro que se colocou ao serviço do novo homem forte.

Os militares golpistas prometeram a realização de eleições livres e transparentes dentro de um prazo de dois anos, nos finais de Dezembro de 2010. O número dois da Junta declarou que estão dispostos a trabalhar com membros do antigo governo. Dois importantes grupos políticos de oposição ao falecido Presidente Lansana Conte, registaram o golpe de estado sem o condenar mas insistiram junto dos militares revoltosos na realização de eleições gerais num prazo mais reduzido de um ano.