Última hora

Última hora

Centenas de pessoas já chegaram ao mausoléu da família Bhutto, mas muitas mais são esperadas...

Em leitura:

Centenas de pessoas já chegaram ao mausoléu da família Bhutto, mas muitas mais são esperadas...

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de 35 mil pessoas devem prestar, este sábado, homenagem à ex-primeira-ministra paquistanesa, Benazir Bhutto, assassinada há um ano… “Estamos aqui para assinalar o primeiro aniversário da morte de Benazir Bhutto. Sentimos muito a falta da nossa líder. Nunca houve ninguém como a nossa líder Benazir Bhutto. Não houve, nem há”, diz uma cidadã paquistanesa.

O viúvo de Bhutto, eleito, em Setembro, presidente do Paquistão e o filho já chegaram à aldeia de Garhi Khuda Bakhsh. Os dois, que dividem a liderança do Partido do Povo Paquistanês, vão participar na cerimónia de homenagem. Benazir Bhutto, de 54 anos, foi vítima de um atentado em Rawalpindi. Um terrorista atingiu-a, antes de detonar a carga explosiva que transportava. Um ataque suicida que matou vinte pessoas.