Última hora

Última hora

Liga árabe adia reunião

Em leitura:

Liga árabe adia reunião

Tamanho do texto Aa Aa

A Liga Árabe adiou, para quarta feira, a reunião de emergência para “examinar os bombardeios israelitas sobre Gaza. Amr Musa, secretário-geral da organização pediu ainda à Líbia, membro do Conselho de Segurança da ONU, que solicite uma reunião do principal órgão de decisão das Nações Unidas. Musa declarou que, obviamente, condena os bombardeamentos, mas isso não chega.

Os ataques contínuos do Hamas contra Israel devem cessar se deseja que acabe a violência. O Hamas deve encerrar as actividades terroristas, se quer desempenhar um papel no futuro do povo palestino. O rei Abdullah II da Jordânia entrou em contato com os presidentes egípcio, Hosni Mubarak, e palestino, Mahmud Abbas, para “lançar uma iniciativa árabe e internacional destinada a acabar com a agressão israelita”. A presidência francesa da União Europeia exigiu este sábado o «fim imediato» dos bombardeamentos israelitas na Faixa de Gaza e «os disparos de rockets» contra Israel, condenando o «uso desproporcionado da força». O alto representante europeu para a Política Externa, Javier Solana, apelou igualmente a um «cessar-fogo imediato» em Gaza, acrescentando que «é preciso fazer tudo para renovar a trégua».