Última hora

Última hora

Aviação israelita faz mais mortos

Em leitura:

Aviação israelita faz mais mortos

Tamanho do texto Aa Aa

Novos ataques contra a Faixa de Gaza eleva a pelo menos 270 o número de mortos vítimas dos bombardeamentos israelitas. Um dos dias mais sagrentos deste conflito que dura ha 60 anos. Uma centena de raides aéreos que visaram mais de trinta locais das forças de segurança do Hamas causaram ainda mais de 700 feridos. Gaza não tem abrigos e os complexos de segurança do Hamas ficam no meio da cidade pelo que a população encontra-se na primeira linha de mira. Os ataques começaram cinco dias depois do fim da trégua entre Israel e o grupo radical islâmico.

O Presidente Shimon Peres, garantiu que os militares não entrarão em Gaza mas há notícias movimentos de tropas israelitas junto à fronteira com o território palestiniano, receia-se a possibilidade de uma invasão terrestre. O Hamas já reagiu aos ataques da aviação apelando aos seus membros para que’vinguem os mortos com o regresso à intifada e aos ataques suicidas. O primeiro-ministro turco considerou o ataque israelita como um “golpe contra a paz”, um objectivo em que a Turquia, a maior aliada de Israel na região, tem vindo a trabalhar intensamente.