Última hora

Última hora

Israel assume ataque a civis

Em leitura:

Israel assume ataque a civis

Tamanho do texto Aa Aa

Duzentos e trinta civis do Hamas foram atacados pelos raids aéreos de Israel, nas últimas 24 horas. Foi um porta-voz do exército israelita, Avital Leibovitz, que confirmou a notícia. Trata-se de gente que assegura a logística do Hamas e que ocupa infra-estruturas fundamentais para o movimento, precisou a mesma fonte. Leibovitz acrescentou que a população civil que se encontrar nas imediações desses objectivos corre perigo.
 
Um dos ataques ocorreu em Rafah, com vários edifícios queimados, depois de um roquete ter incendiado um camião cisterna. A Rádio do Hamas falou de mortos e feridos, sem adiantar números. Uma outra operação de grande envergadura visou a mesquita do bairro Rimal, na cidade de Gaza. Também aqui os resultados foram mortíferos. visando sobretudo população civil
 
Entre as vítimas, há mulheres e crianças. A operação israelita, que recebeu o nome de código de “chumbo duro”, fez até ao momento, 280 mortos e mais de 600 feridos. Israel justifica-se, dizendo que está a defender os 250 mil israelitas que vivem no sul país e que têm sido fustigados pelo fogo do Hamas.