Última hora

Última hora

Itália "invadida" por migrantes líbios

Em leitura:

Itália "invadida" por migrantes líbios

Tamanho do texto Aa Aa

Um barco com imigrantes clandestinos chegou este domingo à ilha italiana de Lampedusa, o ponto do território italiano, mais próximo de África. Foram 253 clandestinos, provenientes da Líbia que hoje desembarcaram, na ilha italiana. Desde o dia de Natal, chegaram 1500 imigrantes, em condições precárias. Neste ultimo contingente, vinham 44 mulheres, uma delas grávida. De acordo com a polícia costeira, a maioria tem graves problemas de saúde, frio, fome e sede. Viajaram a bordo de uma barcaça de 18 metros de comprimento.

Durante um encontro, há meses, entre Muahmar Kadaffi e Sílvio Berlosconni, o assunto já foi abordado. Hoje mesmo, o ministro italiano dos Negócios Estrangeiros pediu ao Governo de Tripoli que “coopere activa e proveitosamente com as autoridades italianas neste delicado fenómeno” – são pavaras de uma carta de Franco Frattini, entregue ao embaixador líbio em Roma. Os imigrantes foram avistados a 56 milhas da costa italiana e recolhidos ao largo, por dois barcos da polícia costeira. Há um acordo bilateral, para que o patrulhamento italiano chegue mesmo à costa líbia.